A Leveza vem da Naturalidade

A Leveza vem da Naturalidade

Todo ser humano possui luz, uma nascente forte e ininterrupta se esconde no nível mais profundo de cada um, pronta para nos prover sempre que desejarmos pois é da natureza do homem brilhar e quando brilhamos nos conectamos com a nossa melhor versão, a melhor pessoa que existe em nós, nos tornamos leves e isso nos faz feliz.

A leveza vem da naturalidade, nossa essência e nossa verdade conectadas ao coração emana amor e transforma o mundo que estamos inseridos, nos transformando em pessoas melhores, mais leves, mais plenos, sem sequer percebermos o motivo dessa leveza e dessa felicidade, porque só são acessadas com naturalidade.

Faz sentido nos afastarmos daquilo que gostamos e que faz vibrar o coração? Faz sentido nos conectarmos a tudo que nos distancia de nossa essência, de nossa verdade e nos sobrecarrega? Faz sentido pensar em vez de sentir?

TODA a sua aflição é gerada por você (nas formas de ansiedade, decepção, estresse, raiva, vergonha, culpa, etc.), por seus próprios sabotadores, é sempre uma escolha sua se conectar àquilo que gera sentimento e emoção, sejam bons ou ruins, assim sendo, qual o sentido de não escolher ouvir o coração, sentir a vida e fazer o que gosta?

Seja leve, sinta a vida e desfrute-a da melhor maneira que puder, para que seja sempre naturalmente feliz, porque mantém o foco em atender ao coração.

Não existe asas no senso comum, porque o comum é ser diferente, não existe vida na zona de conforto, porque confortável é fazer o coração vibrar e ele vibra cheio de vida quando superamos desconfortos, sentir é o caminho, sintam sua verdade e a permitam voar, se espelhe nas pessoas leves e naturais, que se permitem brilhar, permitindo assim que todos brilhem com seus exemplos, naturais, leves e cheio de luz e amor.

A vida é uma escolha, repleta de escolhas que somente o coração sabe como tornar leve e natural, que tal se desafiar a se surpreender com um sorriso sem motivo, inundado de leveza e naturalidade?

Gratidão!

Sentir é o Caminho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *