Quanto você se conhece verdadeiramente?

Quanto você se conhece verdadeiramente?

Quanto você se conhece verdadeiramente? Quanto você tem coragem de se despir diante de seus olhos e se mostrar verdadeiramente ao seu coração? Me refiro à sua conversa interna, você, seus vários papéis, seu crítico, seus sabotadores, seu sábio, a melhor pessoa que existe em você, esse conflito infinito entre razão e emoção, lado direito versus o lado esquerdo do cérebro, quanto você tem controle, conhecimento e clareza de todos os fatores que compõe essa complexa equação que é esse caos que nos acompanha constantemente em nossa mente?
É preciso muita coragem para se reconhecer como realmente é, pois somos erros e acertos, luz e sombra, transitamos entre os polos constantemente e quando navegamos pelos polos indesejados sempre navegamos dolorosamente, acompanhados da angústia, da tristeza, das energias negativas, mas quanto essa dor é verdadeiramente construtiva? Qual a intenção positiva que existe nesta dor?
Na jornada de cada um temos como garantia apenas a certeza de que iremos nos confrontar com intemperes, com dificuldades e adversidades que nos proporcionarão a oportunidade de vivermos nossa jornada com intensidade, verdade e entrega, fundamentados neste fato, na certeza de que você sempre terá oportunidade de sentir o caminho, você enxerga o quanto é valioso para este processo você estar despido por completo diante de seus olhos? o quão importante é você se conhecer verdadeiramente?
Uma grande e querida amiga que trilha sua jornada com muita verdade e entrega, compartilhou conosco em suas redes sociais, abaixo de uma foto que se conectou com a melhor pessoa que existe nela, a seguinte reflexão:
“Gostamos de supor que estaremos felizes quando pensamos num ponto do futuro, né? Tais preocupações terão se acabado, alguns desejos serão realizados, teremos algo que não temos hoje. Muitas vezes nada disso acontece. Essas coisas pouco dependem de nós.
Mas sempre há a opção de olhar pra dentro. E como é grato perceber que se está construindo um futuro melhor, que te traz alegrias tão permanentes que independem das externas. Tirei essa foto ontem depois de perceber que estava feliz por motivos muito maiores do que os que eu fui capaz de desejar pra mim. :)” – Thays Kristye
Qual a chance que ela teria de se conectar com a melhor pessoa que existe nela, com sua verdade, sua essência, sem a clareza de quem é e o quanto esta evoluindo? Faz sentido que nos despirmos diante de nossos olhos e aceitarmos nossas dores, nossos pontos de melhoria, nossa sombra, é o primeiro e mais importante passo para o aprendizado? Somos capazes de aprendermos uma lição que ainda não enxergamos a necessidade e a existência?
Sinta intensa e verdadeiramente a sua jornada, sinta suas dores, sinta sua angústia, sinta a sombra te consumir, para que tenha a clareza do quanto será valioso suas alegrias, suas conquistas, sua evolução, porque sim elas sempre virão, como sempre virão os momentos inversos, para nos proporcionar as oportunidades de navegarmos em águas ainda mais profundas no oceano de nosso ser, nas profundezas de nossa existência, a oportunidade de nos conectarmos com nossa essência, com nossa verdade, com a melhor pessoa que existe em nós e assim transitarmos entre os polos com a garantia de aproveitarmos ao máximo as oportunidades que eles nos disponibilizam, independente de como estamos navegando.
Sinta intensamente, porque sentir é o caminho, sentir verdadeiramente é a motivação maior das ações e atitudes que precedem o sentimento, mas para sentir verdadeiramente, é necessário conhecer a sua essência e a sua verdade, a nascente de sua luz, quanto você se conhece verdadeiramente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *